Ubaldo tentará convênios para implantação em Sítio Novo

SÍTIO NOVO (NO TRAIRI)  – o Presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Práticas Integrativas Complementares em Saúde (Frente Holística) e autor da Lei 10.933, de 17/06/2021, que instituiu, no âmbito do Rio Grande do Norte, a Política de Práticas Integrativas e Complementares (PICs), o deputado estadual UBALDO FERNANDES (PSDB) será  um importante interlocutor para a implantação de programa semelhante em Sítio Novo, no Trairi.

Isso é o que foi discutido, na manhã desta sexta-feira (01/04), no seu gabinete na Assembléia Legislativa, quando a secretária da Saúde do município, Shayanna Furtado, e a ex-titular da pasta, Paula Azevedo, se informaram sobre a legislação estadual, para subsidiar a construção do projeto na sua cidade.

“O Rio Grande do Norte é o terceiro estado do Brasil que instituiu o PICs, criado por Lei de nossa autoria, e Sitio Novo está querendo implantar essa política pública tão necessária nos dias atuais para os seus moradores.

Uma iniciativa muito importante, que, se for concretizada, pode tornar o município pioneiro na região do Trairi. Vamos à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Universidade Estadual do RN (UERN), duas instituições que têm departamentos específicos dessa área, e vamos solicitar parcerias para a capacitação dos servidores da saúde pública do município”, disse o parlamentar.

Shayanna Furtado (atual Secretária Municipal da Saúde, em Sitio Novo) declarou: “A gente veio hoje ao gabinete do Deputado conhecer melhor essa Lei e sua atuação na área, porque estamos batalhando para implantar essa política pública no nosso município. A gente sabe da importância dessas terapias e o quanto vai ajudar os sítio-novenses. Queremos ser os pioneiros da região, abrindo, nosso Centro de Práticas Integrativas e Complementares”.

 Já Paula Azevedo  (ex-titular da pasta) complementou: “Sou terapeuta holística e apaixonada pela área. E, quando tive conhecimento,  que o deputado tinha implantado essa política no estado, vim atrás para que possamos, de fato, abrir caminhos para implantá-la o quanto antes na nossa cidade”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.