Morte de não vacinados por covid-19 no RN é 240 vezes maior que imunizados com dose de reforço, diz LAIS

Um levantamento do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN) divulgado nesta sexta-feira aponta que entre janeiro de 2021 e fevereiro de 2022, o estado do Rio Grande do Norte registrou 2.183 óbitos por covid-19 entre pessoas não vacinadas.

O número é 240 vezes maior que o número de mortes com a dose de reforço, no RN.

No mesmo período, segundo o LAIS, 30 pessoas vacinadas com a dose de reforço morreram em virtude do coronavírus.

Segundo o relatório, os números foram obtidos com o cruzamento de dados de dois sistemas criados pelo laboratório e usados pelas autoridades de saúde no estado ao longo da pandemia: o RN Mais Vacina, que é usado para administrar a vacinação no estado, e o Regula RN, que expõe a situação dos leitos da rede pública disponíveis no RN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.