36 MORTOS. ‘Situação quase de guerra’, diz governador Cláudio Castro (RJ)

PETRÓPOLIS (RJ) Temporal deixa 36 mortos; bombeiros ainda não sabem quantos são os desaparecidos.   Grande parte da cidade está sem luz nem água. ‘São inúmeros carros abandonados, ônibus dentro de rios’, disse o secretário de Defesa Civil.

A Prefeitura decretou estado de calamidade pública e informou que as equipes dos hospitais foram reforçadas para o atendimento de vítimas.

A Defesa Civil informou que ainda há previsão de chuva moderada a qualquer momento no município nesta quarta-feira (16) . Em caso de emergência, o telefone 199 está disponível.

O Alto da Serra foi uma das localidades mais devastadas.

A prefeitura estima que pelo menos 80 casas foram atingidas pela barreira que caiu no Morro da Oficina. Um vídeo mostrou o momento da queda.

Outras regiões também foram atingidas, como 24 de Maio, Caxambu, Sargento Boening, Moinho Preto, Vila Felipe, Vila Militar e as ruas Uruguai, Whashington Luiz e Coronel Veiga.

Mais: https://g1.globo.com/rj/regiao-serrana/noticia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.