Greve continua por tempo indeterminado

A Categoria dos Rodoviários do Natal, em assembléia geral decidiram pela continuidade da greve dos rodoviários, nesta quarta-feira (19jan) por tempo indeterminado.

No primeiro dia de greve, após edital publicado na última sexta-feira a população natalense, de surpresa  sofreu com a ausência/demora dos ônibus, cujas empresas prestam serviços, em forma de concessionárias,  ao Poder Público Municipal. 

Segundo, relato de passageiros houveram casos em que o trabalhador teve que pegar 02 coletivos de roteiros diferentes, ate c hegar ao local de trabalho.

E, no começo da noite, retorno para o lar, usuários nas paradas Via Direta e MidwayMall informaram que estão aguardando em média de 60 ou mais minutos, pela possibilidade de embarque no transporte coletivo natalense.

Alguns usuários revelaram, extra oficial, que o transporte clandestino estão cobrando a passagem ao preço de R$ 10,00.  E, alguns motoristas/cobradores não estão aceitando o cartão de passagem.

A STTU autorizou que veículos escolares, táxis e transportes de turismo façam itinerário dos ônibus até fim da greve dos rodoviários em Natal

As plataformas de transporte ferroviário, no horário de pico receberam a migração de passageiros superlotando os trens. 

A Prefeitura disse que, se a categoria obtiver conquistas, os ajustes serão repassados ao preço final da passagem prejudicando, ainda mais, o usuário do transporte em Natal.

A greve de ônibus afeta o transito, obriga a presença de um maior volume de carro, bem como o período escolar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.