Petrobras e Vale batem recorde ao pagar R$ 136 bilhões a acionistas

PETROBRAS E VALE vão ser as duas maiores distribuidoras de lucros do mercado brasileiro, com pagamentos recordes de dividendos para seus acionistas em 2021. O montante deve ser de, pelo menos, R$ 136 bilhões.

Os valores serão distribuídos a mais de 1 milhão de acionistas — sendo 850 mil da Petrobras e quase 300 mil da Vale. O levantamento foi feito pela consultoria Economatica a pedido do jornal O Estado de S. Paulo. A informação é da Revista Oeste.

No caso da estatal, o grande “premiado” é o próprio governo.

Entre valores já pagos pela empresa e previstos até dezembro, de R$ 63,4 bilhões, R$ 23,3 bilhões devem ir à União (incluindo a fatia do BNDES). Outros cerca de 850 mil acionistas, sendo 750 mil no Brasil, receberão R$ 40,1 bilhões.

A Vale, por sua vez, tem 291 mil acionistas pessoas físicas, 2,6 mil pessoas jurídicas e 2,2 mil institucionais, como fundos de pensão.

Os investidores que aplicam diretamente em ações recebem o dividendo via depósito na conta da corretora. Atualmente, as rendas relativas a dividendos não pagam Imposto de Renda (IR) no país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *